Member Article:Uma noite de loucura com a Yanice Post Your Comment

rm_claudiamara2 44 F
9  Articles
Don't like So so Good Very Good Excellent

What do you think?

 

Uma noite de loucura com a Yanice

2/8/2008

A festa de lançamento da nova loja de Yanice no Shopping
foi um sucesso: tive muita gente bonita, varias estrelas
e atrizes da novela, cobertura do noticiário local , as
colunas sócias fizeram matéria, enfim fui SHOW... Yanice
não parava de cumprimentar, beijar , tirar fotos lembrança
e fofocar com os convidados...e não parava de me sorrir,
me agradecer e me seguia pela loja toda com os olhos cheios
de felicidade, porquê eu lhe ajudei muito a produzir o evento
com a ajuda da firma que represento e p ela era muito importante
se tornar conhecida não solo p o publico do shopping mas
pela cidade toda... O bufê era maravilhoso, todo decorado com arranjos de flores,
os canapés uma delicia e só rolava champagne e não era nacional...Yanice
queria arrebentar e que todo mundo falasse da festa..e
conseguiu...tanto que o dia depois, no horário da abertura,
já tinha fila p entrar...p comprar qualquer coisa, só pelo
prazer de sair da loja com uma sacola com bem estampado o
logo da grife dela... O dia depois o meu celular toca e è ela toda excitada e feliz
da vida p me dizer que conseguiu um novo espaço em outro shopping
em construção e tudo a preço de banana pois a empresa que
ta bancando o shopping fiz questão de ter uma loja dela e
ela queria que eu tomasse conta e na troca ficaria como associada
na gerencia e administração da loja...mas o assunto era
que queria me convidar p um jantar p gente comemorar o evento...só
ela e eu. Eu nem liguei muito nesse detalhe, pelo contrario
achei muito bacana pois o meu trabalho estava finalmente
valorizado e agradecido ..peguei nota do lugar e a hora
marcada p o jantar... Quando cheguei no Jean Claude, um dos restaurante mais
exclusivos da cidade, o maitre d’ me acompanhou todo serio
e cheio de frescuras para uma sala particular no fundo onde
um garçom estava servindo uma taça de champagne para Yanice
que me estava esperando e por minha surpresa acompanhada
na mesa. - Deixa te apresentar p Adriana e Julio César, os
modelos que vão desfilar com a minha grife na próxima semana
no “Fashion Week” - ...uhmmm: eu fiquei meio surpresa pois
no celular me falou de jantar particular, o que aqueles
dois tinham a ver com o desfile da Yanice, ela faz questão
de jantar bem acompanhada de caras bacanas e influentes, ...aquele
JC parecia uma bichinha...a outra parecia mais uma garota
de programa que uma Naomi da passarela...mas pode ser que
era só mais um lance de trabalho...que não conhecia a agencia
que providenciou os 2...e o pior era que a gente tinha que
discutir a planilha do desfile....que saco..mais trabalho...até
na janta.. Sentei na frente da Yanice , na minha esquerda Adriana,
olhando p ela melhor. gostei dela... era uma modelo deslumbrante
: morena muito sensual com um corpão : parecia passista
de uma escola de samba, na minha direita o JC, um mulato grandão
tudo musculoso e sarado de academia , pareceu que saiu da
capa de revista e virava sonho proibido de muitas mulheres
mas, se era bicha -como falava a Yanice- que pena...a Yanice
, estava fabulosa, morena de olhos e cabelos negros, uma
boca carnuda, tratos de índia, uma pele macia, peitão turbinado
e um pouco siliconado, botox nos lábios e uma bunda arrebitada
muito gostosa ‒ dizia ela - que deixava muitos homens dispostos
a gastar fortunas sò p ter a chance de namorar com ela....
falamos, discutimos, rimos e bebemos muito champagne...muito...o
cardápio parecia feito sob medidas para um casal em lua
de mel: bandeja de ostras fresquíssimas, um prato cheio
de frutos do mar com varias lagostas “ em bela vista ” e camarões
VG com molho tártaro, um foie gras delicioso com torradas
e até um potezinho de caviar russo...aquele de verdade,
não aquele vagabundo do supermercado...não A gente conversava, ria muito ( o efeito eufórico do champagne
), fazia projetos, mas sobretudo fofocava e falava mal
sobre as concorrentes da Yanice que , cheias de ciúme,
mal tinham engolido o sucesso da festa e ainda não sabiam
dos planos de expansão dela. A atmosfera começou a esquentar
pois era muito champagne e pouca comida...eu estranhei
um pouco pois a Yanice não parava d me olhar e de me sorrir...sentia
que algo se passava em baixo da mesa pois a Yanice e a Adriana
ficavam trocando sorrisos, risadinhas e carinhos que
achaei além do normal p duas mulheres hetero, mas não queria
ou tava medrosa demais p conferir....inclusive eu não
era acostumada a beber e começava a ficar meia tonta, não
bêbada mas quase, e pedi licença p voltar p casa. “ Que isso
Claudia” me disse a Yanice..mordendo-se um lábio e pedindo
p o garçom de servir mais champagne ” vc acabou de chegar,
comemore conosco, delicia-se mais um pouco com a lagosta
que ta uma delicia que logo vamos p meu apé p tomar um banho
de piscina pois ninguém merece de ficar nesse ar condicionado
tão nojento...assim a gente esfria a cabeça um pouco, relaxa
e depois meu motorista te levo p casa, tà bom, querida?”
O calor tava insuportável mesmo pois o ar condicionado
da sala particular não esfriava quase nada e achei a idéia
de cair na piscina da Yanice uma ótima opção..assim p não
voltar totalmente bêbeda em casa e acordar o dia depois
na ressaca mais profunda..





O motorista da Yanice nos levou para a casa dela e no carro
mais uma vez Yanice e Adriana se sussurravam coisas no ouvido
olhando p mim e dando risadinhas . Isso me deixou um pouco
chateada, como se elas estavam implicando comigo. Pegamos
o elevador e chegamos na cobertura aonde ela morava ...entrando
em casa, que era espetacular, um duplex com piscina, hidromassagem,
sauna e plasma 50 polegadas no salão com sofá moderno de
couro preto ela foi direto para o banho com a Adriana e voltarão
só de calcinha , Yanice olhou p mim e “ ué, se vai tomar banho
vestida?” Eu tentei de articular algo mas não saia nada da minha boca...eu
começava a ficar com medo mas ao mesmo tempo começava a ficar
curiosa de aonde tudo isso poderia chegar....e estava
surgindo um meio desejo esquisito de aprontar algumas
loucuras...acho por causa do champagne que me deixava
entre eufórica e safada.....” deixa de ser boba, vai no
meu quarto e se troca..o JC esta já botando o sunga dele...”eu
esbarrei os olhos e quase falava “ué se ta louca?” e ela “
não se preocupe JC não vai te comer nem morder, ele só gosta
de homem, bobinha” e deu uma risadinha...eu meio tímida
me arrisquei no quarto e ele estava se trocando de roupa,
voltou as costas p mim por educação e eu ficar a vontade ..assim
eu comecei a tirar a pouca roupa que tinha... nem cheguei a botar minha mão na blusa que senti me tocar
por trás....


Senti dois seios pressionar nas minhas costas e me deu um
escala frio: me arrepiei toda : era Yanice que beijava meus
pescoço e passava a linguinha na orelha . Eu parei e fiquei
paralisada...então eu escutei ela dizer “ desculpa-me
amiga eu morro de tesão por vc e era louca pra fazer isso”
, eu dei um salto e ela ficou sem graça e parou


Eu não disse nada e fingi que não tinha acontecido nada, …pra
ver qual era a dela... eu senti naquele momento um fogo subindo
da minhas pernas e passando pelas minhas costas que chegava
até a base do meu colo: uma enorme vontade de chupar e ser
chupada por ela... alias também por Adriana e até aquela
bicha do JC pois tinha um corpão que dava vontade de ser pegada,
jogada no chão e comida como uma cachorra.... agora era
tarde demais e eu queria ficar p gozar de qualquer jeito...pensei
“não cheguei até aqui p voltar p casa sem alguém dar uma chupada
na minha xana”.... olhei p ela e abri as pernas : ela não agüentou
e se jogou sobre de mim beijando-me e lambendo-me feita
louca ..foi alisando de levinho meu corpo, levantou a blusa
todinha deixando meus seios de fora e os biquinhos estavam
já arrepiadinhos ....ela mamava e apertava os biquinhos
e descia com a língua e beijava minha barriga, lambia, mordia
e enfiou a língua no meu umbigo, me enchia de tesão; eu queria
suspirar, gemer mas me segurei, ela começou a alisar minha
xoxota por cima da calcinha eu queria logo que ela metesse
o dedo e quando ouvi ela dizer “ é melhor eu parar por aqui
- e me deu ate um ataque -, mas ela continuou - ainda bem -, e
foi lambendo de novo meus seios e colocou o dedinho dentro
da minha calcinha e tocou no meu clitóris e massageava ele
com os dedo e era maravilhoso... depois enfiou a mão toda
dentro de minha calcinha e acariciou meus pentelinhos
e começou a apertar meu grelinho e não agüentei e comecei
a mexer entorno ao dedinho dela, ela disse “ eu sabia que
você topava sua cachorra, “ e eu estava adorando ...” mas
eu estou aqui pra te dar tesão - disse a Yanice -e ver vc gozar
feito uma vadia e vc vai ser minha puta de hj em diante” .


Isso me deixou mais louca ainda....virar a putinha particular
dela ...nossa que delicia..fechei os olhos e mexia mais
com a minha xana ...eu delirava e ela começou a sussurrar
no meu ouvido palavrinhas , a passar a linguinha e beijar
meu pescoco e nos beijamos; ela chupava minha lingua e lambia
minha cara, era uma delicia, eu tava molhadinha, ela enfiou
um dedo, dois dedos e começou a me fuder com eles bem forte
e eu rebolava e dizia pra ela meter mas dedos e comer mas forte:
pronto, ela enfiou mas um e eu gozei bem gostoso nos dedos
dela. Depois, ela me mandou deitar virada pra ela na beira
da cama e abrir bem as pernas que ela queria apreciar bem
a minha xoxotinha : eu me abri bem, como uma cachorra que
que ser comida ...e ela “ que buceta linda e gostosa e esta
toda babadinha vou chupar sua babinha todinha” e me lambeu,
me chupou e passava a língua no meu grelo e descia no buraco, e
me lambia lá dentro e continuava no grelo e enfiava o dedo
dentro da minha buceta e continuava chupando depois desceu
um pouco e lambeu meu cu, tirou o dedo da minha buceta e chupava
os dedos dela tb e enfiou no meu cu; depois ficou mamando
meu grelinho e eu gozei na boca dela ; senti minha babinha
sair quentinha e ela chupando pensei que ela fosse parar
mas nada ela tava indemoniada... ela me mandou ficar de
quatro e começou a enfiar a língua no meu cuzinho e passava
os dedinhos no grelinho ao mesmo tempo e depois começou
a fuder meu cu com os dedos e doía muito pois eu os tinha bem
apertado; ela enfiava com forca e eu me tocava na xoxotinha
minha e era uma delicia, e gozei de novo e ela pediu meu dedo
e os chupou. Deitei e ela veio lamber meus pentelhinhos
e alisar-los, e disse “espera ai putinha que a nossa noite
não começou ainda...a partir de hoje noite vc me pertence..descansa
que eu volto já já p abusar de ti mais um pouco” ..





Eu tava no delírio total, toda melada incapaz de fazer alguma
coisa..minhas pernas tremiam de tanto que gozei e agora
que estava solta e descontrolada a minha imaginação disparou
..me perguntava ...quem vai ser o próximo a abusar de mim?
Adriana o a bichona do JC que pelo tamanho da ferramenta
parecia muito pouco veado e muito mais homem ?


Nem acabei de pensar nisso que senti de repente alguém atrás
d mim e um friozinho encheu minhas costas: o JC....o tal
de veado que de veado tinha só o sotaque, aquele negão gostoso
me abraçou por trás, virei à cabeça e ele colou os lábios
carnudos deles nos meus e me deu um beijo ao qual correspondi
cheia de tesão, coloquei uma das minhas mãos para trás e
segurei no pau dele que já tava solto fora da sunga em busca
da minha xana. Apareceu na hora a Adriana que com suas mãos
foi subindo pelas minhas coxas, levantando minha sainha,
até chegar na minha calcinha e esfregou-a na minha xotinha
que já piscava neste momento. Eu passei a mexer a bundinha
de um lado para o outro e dar umas reboladinhas em círculos
de encontro ao pau dele. Adriana ficou maluca, virou-me
de frente para ela, enquanto sugava meu pescoço, levantou
minha blusa e caiu de boca no meu seio esquerdo, enquanto
descia minha calcinha e deixava a mostra minha bucetinha
toda depilada que ficou molhadinha de tesão, enquanto
sua boca não dava trégua para meus seios e seus dedinhos
esfregavam minha xaninha. Nisso chega Yanice e nos dá o
maior flagrante, ficou nos olhando com cara de sacana,
deu um sorrisinho e quando ia falando alguma coisa eu a chamei
baixinho, apontei para um dos meus seios e perguntei: -
Não quer mamar um pouquinho aqui. Vem, mata a minha vontade...
. Como um relâmpago ela chegou até onde nós estávamos e abocanhou
meu peito. Cheguei aos céus, tendo duas bocas quentes nos
meus seios, mãos por todo o corpo , dedinhos que brincavam
na minha xota e um pau enorme que estava doido p meter. A Yanice
estava peladinha e era um tesão de mulher... eu imediatamente
a segurei, passando a cariciar-la.. De repente a Yanice
e Adriana me seguraram pelos braços e o tesão era tanto que
não resisti..me ajoelhei no chão e dei de cara com o pinto
enorme do JC: mais de 20cm, semi ereto e muito grosso. Muito
maior do que o do meu marido, duro. Fiquei olhando paralisada
pois nunca tinha visto um caralho daquele tamanho. Ele
começou a me dar tapas na cara com aquele cacete enquanto
as duas soltando meus braços me lambiam o corpo todo..Fiquei
hipnotizada e tentei de recusar, pois não queria trair
meu marido, mas o fato de olhar p aquele espetáculo e morder
meus lábios me traía...a tesão era maior da fidelidade
e ele não parava de dar tapinha na minha bochecha com o cacete
dele, procurando o caminho p minha boca que já ficava meio
aberta aguardando... Ficamos em silencio por uns 10 segundos, eu olhando e já
babando pelo seu caralho, que duro tinha um tamanho fora
da normalidade... Ele puxou a minha cabeca em direção ao caralhão dele, fazendo-me
chupa-lo. Não consegui resistir e me entreguei ficando
logo completamente enlouquecida. Me atraquei no caralhão
gostoso com a boca segurando-lo com as duas mãos , me deliciando
com aquele enorme volume, enquanto JC segurava a minha
cabeça. Eu lambia a cabecinha, descia a língua por todo o corpo daquele
cacete, chupava o saco dele, subia de novo e enfiava tudo
na boca, isso sem perder o ritmo e deixar de cariciar a xana
da Yanice. Quando senti que o pau do JC começou a pulsar mais
forte, aumentei as chupadas e ele, soltando um gemido entre
os dentes, gozou na minha boca. Eu não tinha onde jogar fora,
a Yanice se aproximou e me beijou tão forte : a língua dela
roçava na minha boca em busca da porra dele e chupou de mim
tudo o sêmen do cara.....uma loucura ... minha xotinha
sem calcinha expelia tanto líquido de excitação que escorria
por entre minhas pernas..


A Yanice viu isso e me mandou ficar de pernas bem abertas.
Pegou o pinto dele nas mãos e começou a lamber-lo e a passá-lo
de alto a baixo na minha vagina. E enquanto isso continuava
lambendo a minha xota. Cada vez que o caralho passava e encostava
no meu clitóris eu quase tinha um orgasmo. Mas tambem estava com medo pois eu nao sabia como aquele
caralhão iria conseguir penetrar na minha bocetinha.
Mas nem tive tempo de reagir, pois ele começou a forçar a
cabeçona do pau bem devagar num vai e vem gostoso e a minha
bocetinha magicamente foi se abrindo, se arreganhando,
completamente melada, para naturalmente aquele cabeção
vencer a resistência e depois minha vagina engolir tudo
por inteiro. Descobri naquele momento, que não existe
melhor sensação do que estar totalmente preenchida com
um caralho daquele tamanho todo enterrado na boceta. Ele me bombeava sem parar, e os meus gemidos começavam a
sair da minha boca que mal conseguia articular as palavras.



A Yanice com a buceta bem na minha cara, me chamava de perra,
de puta vadia e pediu p eu chupar a xana dela e eu não perdi
nem um segundo.. Comecei a rebolar minha língua. Eu estava totalmente entregue,
eles poderiam fazer o que quisesses. Era como num sonho.
Eu deitada com aquela xota maravilhosa da Yanice na minha
cara e aquele pinto enorme me metendo sem parar. Inacreditável!



Ele bombeava cada vez mais forte e os meus seios se balançavam
loucamente com Adriana chupando os biquinhos, já duros
. Ela chupava e lambia minha orelha e me chamava de putinha.
Comecei a gemer alto e ter orgasmos involuntários sem parar, um
atras do outro, até o JC explodir ..o gozo dele começou a
vasar da minha xana , ele levantou-se e sentou-se no sofa
querendo ver a Yanice e Adriana me fazer a festa.....as
2 -sem pensar- pularam em cima da minha xana p me secar e sugar
o leite dele misturado com meu gozo....ai Yanice voltou
a se posicionar com a bunda em cima da minha boca com a minha
língua mais rápida de nunca e Adriana dividiu comigo um
vibrador de 2 cabeças assim elas poderiam se beijar enquanto
eu comia elas de baixo....não demorou muito p nos 3 ter um
orgasmo juntas e a Yanice além de soltar um grito começou
a ejacular muito liquido na minha boca...ao ver tudo isso
Adriana se soltou de mim e se baixou p me beijar e chupar-lo
também...Yanice saiu e foi p a piscina com o JC...e eu fiquei
com a Adriana: ela sorriu feliz e me deu uma olhada como dizendo
que ainda não tinha acabado comigo....


Tomamos um banho de ducha, onde nos esfregamos e nos beijamos,
nunca havia beijado uma mulher com toda essa tesão, senti
sua língua invadindo minha boca e fui enlaçada entre seus
braços , já ficando completamente molhada e querendo dar
mais e mais... a Adriana não parava de me encher de beijos
molhados e quentes na boca , me apertando na parede e sentindo
os seus grandes e belos seios comprimindo os meus.


Estávamos as duas no meio do salão , com os nossos seios se
pressionando e dando beijos que me deixavam quase sem ar.
Ela ligou a vídeo câmera e nos vemos no tv de plasma : fiquei
ainda mais excitada de ver nos duas peladas transando como
se tivesse me vendo num espelho....Na tela da tv aparecia
mais um quadro, um pouco menor, que mostrava pela cam ao
vivo a Yanice e o JC transando na piscina...ai eu pirei de
vez... Ela me sentou no sofá de couro preto e me puxou para deixar
os pés mais pra fora. Começou a me beijar e lamber o meu corpinho
todo: seios, barriguinha, pés, e por dentro das minhas
pernas. Fiquei completamente entregue com aquele mulherão
me satisfazendo toda. A sua língua passava por toda extensão
da minha bocetinha. Ela dava beijos como se fosse lábios
de verdade. O meu clitóris foi o seu ponto principal de concentração
e os seus dedos ajudavam nessa loucura. Ela ficou me acariciando
por mais de 10 minutos e durante esse tempo eu tive vários
orgasmos. Estava sendo maravilhoso como eu nunca poderia ter imaginado.
Aí ela começou a ficar mais agitada, apertando os meus seios
mais fortemente, puxando os meus mamilos e os deixando
durinhos e grandinhos, passando a língua pela minha boceta
mais rápido e com mais força.


Enquanto eu continuei nos seios dela, ela começou a se tocar
e coloquei, meu dedinho no bucetão dela, ela estava toda
lambuzada, e comecei a esfregar meus dedos no grelão dela
e enfiei quatro dedos dentro da buceta dela e a fodi com muita
forca e tesão: ela gozou feito uma cadela no cio, e me disse
chupa-me e eu ajoelhei no chão abri ela bem e dei de cara com
aquele xoxotão enorme toda pentelhuda e um grelhao enorme
pra fora, cai de boca sem pensar muito na hora e aquele cheiro
forte de buceta melada me deu um puta tesão e chupei, chupei
muito; lambi o grelo dela e mamei nele como se fosse um caralho
e desci e lambi aquele cu gostoso e enfiei o dedo no cu dela
arrombado e a fiz rebolar na minha lingua e senti aquele
melzinho quentinho na minha boca e engoli o mel dela todinho
e ela ficou ali paralisada e me disse senta aqui com a xoxota
sua na minha boca e brincou com meu grelinho e me fudeu com
a língua. Eu esfreguei a minha xota na cara dela e ela chupava
com gosto depois virei pra fazer um 69 com ela e nos chupamos
com muito tesão mas de repente ela parou e me deitou na cama
e abriu a minha buceta e tocou uma siririca bem gostosa e
disse pra eu me agüentar que quando eu quisesse gozar pra
dizer a ela e quando eu estava quase vindo....ela deitou,
abriu as pernas e ela com a cabeça pra cabeceira da cama e
eu pros pés encostamos nossas xoxotas e nos esfregamos
como loucas e gozei rápido e muito: me molhei, senti muita
baba mesmo.. ela meteu a mão na minha buceta, se lambuzou
e chupou tudo, deitamos mais um pouco e ela deitou por cima
de mim e ficou lambendo meu peito e depois fomos a tomar mais
um banho: ela passou sabão pelo meu corpo todo e tocou meu
grelinho com sabão e foi delicioso. Lavei bem aquele xotão
dela e a mandei sentar na pia do banheiro e comecei a chupar-la
ela merecia pois era uma delicia na cama, e a chupei com
muita vontade e no esfrega esfrega me dava maior tesão e
mamei aqueles seios lindos, e a fiz gozar com minha siririca
no grelão, ela ficou em pé : eu ajoelhei e chupei a xota dela
, a água rolando no box e comecei a me masturbar com a mangueirinha
do banheiro eu espirrava a aguinha no meu grelo e até que
gozei e já estava exausta e isso foi o bom: se fosse um homem
já estava dormindo, nada como trepar com uma mulher pois
a gente nunca cansa...mais goza mais quer gozar... ela
disse no meu ouvido: “cadela eu te mando e vc vai fazer o que
eu quero: senta ai no sofa” e me abriu bem e de novo me chupou
e gozei na boquinha dela . Deitamos e nos esfregamos de novo
e depois que ela gozou mais uma vez me beijou e saiu do quarto
p cair na piscina. Eu estava deitada e não acreditava como
tudo aquilo aconteceu tão rápido.... olhei p a porta e vem
ai ele...de novo...vai querer me comer de novo...molhei
mais uma vez.


O JC voltou ainda molhado da água da piscina no quarto e comendo-me
com os olhos pediu p eu ficar de joelho e chupar-lo mais um
pouco..como poderia dizer não? A pica dele entrava até
a metade de minha boca ...olhava para ele se contorcendo
na parede com os olhos fechados e caprichava mais e mais
para engolir cada pedaço daquele caralho. Mamei de forma
deliciosa, deixava a boca frouxa e molhava todo o caralho,
ele gemia alto e forçava minha cabeça contra seu pausão.
Segurava sua bunda e a pica não saia de meus lábios, chupei
aquele macho desta maneira por um longo tempo, até que ele
disse para terminarmos na cama. Chegando na cama ele pediu que eu sentasse na beira da cama
que ele ia foder a minha boca primeiro, pois estava muito
excitado e ia gozar fartamente na minha boca. Na primeira
gozada certamente ia jorrar muita porra e ele queria que
eu segurasse toda a porra na minha boca. Sentei-me na cama conforme ele pediu, e iniciou a penetração.
Pediu que ficasse com a boca mole e semi aberta, para o caralho
entrar fundo e ao mesmo tempo fazer a fricção desejada para
excitar o pau na penetração.


Logo comecei a sentir seu saco batendo em meu queixo, e ele
dizendo para eu engolir e chupar gostoso, que ia dar leitinho
na minha boquinha de fêmea vadia. Que adorava ver uma boca
mamando o pausão, chupando safado...eu fechava os olhos
e ele me pedia para olhar para ele, pois a femea tinha que
olhar para o macho que a fodia. Novamente o cacete tocava minhas amígdalas, ia fundo,
curtia engolir tudo, estava me realizando em conseguir
engolir aquele macho inteiro. Ele alisava meu rosto, passava a mão pelas minhas bochechas,
batia o saco no meu queixo e eu sentia o pulsar da pica dentro
de minha boca...ouvia-se apenas o estalar melado da minha
chupada, comigo ali ajoelhada no chão com a boca cheia de
carne.


Ele então começou a foder mais forte, me chamava de gostosinha
e mandava engolir a pica dura, me incentivando a abrir mais
a boca, dizendo para abrir minha boquinha para engolir
a picona do seu macho. Puxava meus cabelos com força e enfiava
o cacete duro até o talo...o caralhão dele deslizava em
meus lábios, sentia a força de seus braços em meu rosto e
suas mãos já puxavam meus cabelos de forma a me dominar por
completo.


Eu engolia a picona e não oferecia a menor resistência,
que entrava e saia com facilidade já sentindo ela meio inchada.
Ele não parava de meter, disse que ia tirar um pouco antes
de gozar e que eu ficasse de boca aberta pois ele queria que
eu engolisse todo o leite de macho que iria sair dele.


Ainda de joelhos e sentado em cima de minhas própria pernas
não fazia movimento algum, deixava o controle para ele
que explorava cada pedaço de minha boca. Eu fechava lentamente
a boca para que a pica deslizasse em meus lábios e aquilo
foi fazendo uma pressão na pica dele, que logo tirou a pica
de minha boca e iniciou uma punheta forte e se posicionou
bem próximo de minha boca.


Neste momento a Yanice reparou o que tava acontecendo e
não queria perder o final , se descontrolou toda e veio correndo
junta da Adriana p disputar comigo a esporrada. Me afastei o suficiente para poder ver o jato, pois tinha
o tesão de ver a porra sair da cabeça e esguichar. Fechando
os olhos veio o primeiro jato de porra de um creme denso e
viscoso, que foi direto dentro de minha boca. Nem mesmo havia chegado em minha língua que o segundo jato
esguichou maior ainda na boca da Yanice. Ele gritava e o
terceiro foi para Adriana e o quarto jato já nos deixaram
de boca cheia e ele pedia para não engolir ainda. Segurando meu queixo e ajeitando a picona nos meus lábios
soltou mais um jato de porra, ainda com bastante porra e
apertava o pau dizendo para segurar firme, que esperássemos
para engolir tudo de uma vez. Com o caralhão já no interior
de minha boca, gozava o restinho de porra em meus lábios,
apertava cabeça e ainda saia umas gotinha que nos lambiamos
para delírio dele.


Então eu não resisti e comecei a engolir toda aquela porra,
me deliciando e dizendo que a partir de hoje eu beberia muita
porra do caralho dele. Yanice dava gargalhadas de alegria e pediu a ele que me enrabasse
logo. Eu já tinha chupado, pegado, sentido o peso e o volume do
caralhão, estava todo lambuzado por ele, sentindo o seu
gosto na boca. Também estava sentindo um grande relaxamento
no meu cú, que estava bem mais aberto e já me fazia sentir
uma vontade incontrolável de ser penetrada. Ai ele lambuzou o seu caralhão com bastante lubrificante
e me surpreendeu penetrando a cabeçona do pau na entrada
do meu cu “virgem” que também já estava empinado , todo lambuzado
de lubrificante e aguardava com impaciência a entrada
daquele cacete maravilhoso...


Eu fiquei bem passiva e não ofereci resistência, e aquele
caralho gigante ... grosso, duro, começou a forçar a penetração.
Apesar de estar todo lambuzado, e a Yanice ajudar, o pau
não conseguia entrar, pois ficava trancando de tão grosso
que era. Eu comecei a gemer, passando a ficar alucinada
com um prazer que eu jamais imaginaria poder sentir. Ele
entendia o que eu estava sentindo e apenas ria cinicamente,
mas continuava forçando a penetração daquela tora no meu
cu.


Yanice, experiente no manuseio do caralhão, continuava
ajudando a enterrá-lo mais profundamente. Pouco a pouco
foi entrando e quando chegou na metade, parecia que não
ia caber mais nada. Parecia que eu não agüentaria, porém ele começou um vai
e vem firme e o meu cu como que por encanto relaxou mais ainda,
como eu nunca poderia imaginar, e se abriu completamente
para aquele caralhão deslizar direto ate o talo, sentindo
as bolas na minha bunda. Ele riu descaradamente dizendo que eu estava no ponto ideal
e segurando forte a minha cintura passou a bombar com toda
a força.


Eu logo atingi outra dimensão, como eu nunca tinha visto
e comecei ter gozadas incríveis seguidas, sem parar, me
sentindo a perfeita femea sendo fodida pelo seu macho animal.
Ele com os olhos brilhando continuava socando, tirando
e enfiando novamente, bombando, eu sentia aquele caralho
me arrombando, me arregaçando, e ele socava cada vez mais
buscando gozar. Não existe melhor sensação do que estar
relaxada e totalmente preenchida com um caralho daquele
tamanho completamente enterrado no cu. Foi quando eu senti que ele ia gozar me inundando por um mar
de porra quentinha que transbordou do meu cu. Ai ele se levantou
e deixou Yanice e Adriana limpar o pau dele e a minha bunda-
ele foi tomar um banho, se recompor se despedir de nos e foi
embora...eu de perna mole e cu doendo não sabia mais que
fazer..tremia toda e até queria um pouco mais.. safada
que era...a Yanice sacou isso e chegou perto d mim, me beijou
e me diz que poderia ficar em casa com ela e Adriana e que ainda
estava cedo p ir embora e que poderemos namorar nos 3 na cama....eu
fechei os olhos e acordei mais tarde entre as duas como em
um sanduíche....nem lembro mais que aconteceu entre nos...fechei
os olhos de novo e acordei no quarto do meu hotel..nem lembro
como cheguei lá...escutei o telefone tocando e a Yanice
gritando no meu ouvido que estava atrasada p o jantar daquela
noite ...”ué que jantar?” respondi p ela “ se não lembra
mais ou bebeu demais na festa no shopping de ontem? “ - ela
me sacaneou - “Vou te apresentar no jantar os 2 manequins
que vão desfilar no Fashion Week com a grife da loja, nos
temos que preparar a planilha do evento”...”Já esqueceu?
Se arruma logo que o jantar è daqui a uma hora ..te envio meu
motorista p te buscar daqui a meia hora , sua atrasada” e
me deu o nome do restaurante, Jean Claude, um dos mais exclusivos
da cidade”.......



uma mulher que aprendeu a gostar de mulheres e muito mais....

Post Your Comment | Mark As Favorite

Member Responses Post Your Comment

No responders found