Minha Alma Anseia!
 
Welcome to my blog!
Keywords | Title View | Refer to a Friend |
Apenas cansei...mas ainda sinto sua falta...
Posted:Aug 17, 2016 1:21 pm
Last Updated:Aug 23, 2017 4:24 pm
3900 Views
“Ninguém desiste do outro de uma hora para outra; até chegarmos ao ponto da exaustão emocional, ao vazio das forças para nos manter ao lado do parceiro, ao não ter mais como respirar, fomos dando vários indícios de que as coisas não estavam caminhando com serenidade.”

É de se duvidar que alguém acorde, numa manhã ensolarada, olhe para o lado e, repentinamente, resolva sair daquela vida, perceba que não ama mais quem dorme ao seu lado e levante-se para fazer as malas e partir. Geralmente, lutamos e persistimos em nossas escolhas, por muito tempo, pois queremos ter acertado, sempre. Assim é com tudo na vida, assim também é com os relacionamentos.

Até chegarmos ao ponto da exaustão emocional, ao vazio das forças para nos manter ao lado do parceiro, ao não ter mais como respirar, fomos dando vários indícios de que as coisas não estavam caminhando com serenidade. Palavras são ditas, questionamentos são postos, muitas lágrimas são vertidas, ou seja, muito se cobra e se acusa antes da dolorida constatação de que o amor acabou e é hora de partir. com exceção da morte, tentamos reverter aquilo que nos desagrada, o que não está bom nem bem, o que incomoda. Por essa razão, as insatisfações para com o outro ao longo do relacionamento, se não são explicitadas, ao menos estão lá, presentes em pistas diárias, impressas nas atitudes, nas palavras, nos olhares, na frieza e, principalmente, no silêncio nosso ou de nosso parceiro – o silêncio diz mesmo muito.

Infelizmente, parece que dificultamos ainda mais o entendimento, quando mais precisamos, como que fugindo ao enfrentamento de fantasmas que muitas vezes nós próprios criamos e dimensionamos numa extensão muito maior do que a realidade dos fatos. Vários problemas seriam facilmente resolvidos apenas com a disposição de ouvir o outro, prestando atenção ao que o aflige e desagrada. Muito poderia ser evitado com atitudes simples de nossa parte, com pequenas mudanças, um pouco mais de entrega de si e com renúncias indolores. Falta-nos, da mesma forma, enxergarmos a nós mesmos com os olhos do outro, para que possamos entender o que ele vem ouvindo, vendo e recebendo de nós, para que compreendamos o raio de nossas ações às pessoas que nos rodeiam – ninguém é uma ilha.

A intolerância às frustrações costuma ser um dos mais fortes entraves à superação dos conflitos e problemas que assolam os relacionamentos. Costumamos idealizar o parceiro, supervalorizando suas qualidades e ignorando tudo dele que nos desagrada, pois nosso objetivo é ficar junto, é amar e ser amado, é construir uma vida ao lado de alguém. Tentamos não prestar atenção ao que nos incomoda nas atitudes de quem amamos, não queremos nos indispor e estragar os nossos dias, não queremos falhar em nossas escolhas, e muitas vezes nos agarramos à vã esperança de que o outro vá mudar. Mas ele raramente muda.

Ninguém muda, a não ser que esteja incomodado e o queira realmente. Mudamos muito mais por nós mesmos do que pelo outro – daí a necessidade de fazermos com que o parceiro saiba o que nele não nos agrada. Dependendo da importância que tivermos na vida de quem amamos e somente se ele entender que vale a pena, então tentará mudar. No mais, ninguém muda de uma hora para outra, seja porque casou, porque teve filho, porque perdeu o emprego. Quanto mais expectativas criarmos em relação ao outro, mais nos frustraremos e menos fortalecidos estaremos para buscarmos a felicidade junto de quem amamos.

Os relacionamentos terminam menos pelo fim do amor do que pela incomunicabilidade que a força esmagadora do cotidiano acirra dia após dia. Existem pessoas que se amam, sim, mas não estão mais juntas, pois perderam-se entre si a uma distância que neutraliza qualquer tipo de contato e interação, silenciando em seus corações a necessidade do outro. Não é somente a falta de amor que mina as relações, mas também não saber como lidar com as dores e desilusões que ele traz na retaguarda. Lançar-se ao encontro com o outro é sobretudo perigoso, pois teremos que estar dispostos a confrontar nossas verdades e mentiras com as de outra pessoa, de modo a ponderá-las e equilibrá-las por meio de aceitação e tolerância.

Infelizmente, muitos não estão dispostos a essa entrega, porque poucos estão prontos para encarar a si próprios bem de pertinho. No entanto, se – e somente se – ainda houver amor, dignidade e respeito, investir na manutenção de um relacionamento com quem se ama pode valer muito a pena, pois aninhar-se num colo aconchegante, ao final do dia, faz toda a diferença, renova nossas energias, tanto para desfrutarmos com mais serenidade os dias de sol, como para enfrentarmos com mais tenacidade as noites traiçoeiras que virão.

Ler mais: http://AdultFriendFinder.com#ixzz4HcaULNF“Ninguém desiste do outro de uma hora para outra; até chegarmos ao ponto da exaustão emocional, ao vazio das forças para nos manter ao lado do parceiro, ao não ter mais como respirar, fomos dando vários indícios de que as coisas não estavam caminhando com serenidade.”

É de se duvidar que alguém acorde, numa manhã ensolarada, olhe para o lado e, repentinamente, resolva sair daquela vida, perceba que não ama mais quem dorme ao seu lado e levante-se para fazer as malas e partir. Geralmente, lutamos e persistimos em nossas escolhas, por muito tempo, pois queremos ter acertado, sempre. Assim é com tudo na vida, assim também é com os relacionamentos.

Até chegarmos ao ponto da exaustão emocional, ao vazio das forças para nos manter ao lado do parceiro, ao não ter mais como respirar, fomos dando vários indícios de que as coisas não estavam caminhando com serenidade. Palavras são ditas, questionamentos são postos, muitas lágrimas são vertidas, ou seja, muito se cobra e se acusa antes da dolorida constatação de que o amor acabou e é hora de partir. com exceção da morte, tentamos reverter aquilo que nos desagrada, o que não está bom nem bem, o que incomoda. Por essa razão, as insatisfações para com o outro ao longo do relacionamento, se não são explicitadas, ao menos estão lá, presentes em pistas diárias, impressas nas atitudes, nas palavras, nos olhares, na frieza e, principalmente, no silêncio nosso ou de nosso parceiro – o silêncio diz mesmo muito.

Infelizmente, parece que dificultamos ainda mais o entendimento, quando mais precisamos, como que fugindo ao enfrentamento de fantasmas que muitas vezes nós próprios criamos e dimensionamos numa extensão muito maior do que a realidade dos fatos. Vários problemas seriam facilmente resolvidos apenas com a disposição de ouvir o outro, prestando atenção ao que o aflige e desagrada. Muito poderia ser evitado com atitudes simples de nossa parte, com pequenas mudanças, um pouco mais de entrega de si e com renúncias indolores. Falta-nos, da mesma forma, enxergarmos a nós mesmos com os olhos do outro, para que possamos entender o que ele vem ouvindo, vendo e recebendo de nós, para que compreendamos o raio de nossas ações às pessoas que nos rodeiam – ninguém é uma ilha.

A intolerância às frustrações costuma ser um dos mais fortes entraves à superação dos conflitos e problemas que assolam os relacionamentos. Costumamos idealizar o parceiro, supervalorizando suas qualidades e ignorando tudo dele que nos desagrada, pois nosso objetivo é ficar junto, é amar e ser amado, é construir uma vida ao lado de alguém. Tentamos não prestar atenção ao que nos incomoda nas atitudes de quem amamos, não queremos nos indispor e estragar os nossos dias, não queremos falhar em nossas escolhas, e muitas vezes nos agarramos à vã esperança de que o outro vá mudar. Mas ele raramente muda.

Ninguém muda, a não ser que esteja incomodado e o queira realmente. Mudamos muito mais por nós mesmos do que pelo outro – daí a necessidade de fazermos com que o parceiro saiba o que nele não nos agrada. Dependendo da importância que tivermos na vida de quem amamos e somente se ele entender que vale a pena, então tentará mudar. No mais, ninguém muda de uma hora para outra, seja porque casou, porque teve filho, porque perdeu o emprego. Quanto mais expectativas criarmos em relação ao outro, mais nos frustraremos e menos fortalecidos estaremos para buscarmos a felicidade junto de quem amamos.

Os relacionamentos terminam menos pelo fim do amor do que pela incomunicabilidade que a força esmagadora do cotidiano acirra dia após dia. Existem pessoas que se amam, sim, mas não estão mais juntas, pois perderam-se entre si a uma distância que neutraliza qualquer tipo de contato e interação, silenciando em seus corações a necessidade do outro. Não é somente a falta de amor que mina as relações, mas também não saber como lidar com as dores e desilusões que ele traz na retaguarda. Lançar-se ao encontro com o outro é sobretudo perigoso, pois teremos que estar dispostos a confrontar nossas verdades e mentiras com as de outra pessoa, de modo a ponderá-las e equilibrá-las por meio de aceitação e tolerância.

Infelizmente, muitos não estão dispostos a essa entrega, porque poucos estão prontos para encarar a si próprios bem de pertinho. No entanto, se – e somente se – ainda houver amor, dignidade e respeito, investir na manutenção de um relacionamento com quem se ama pode valer muito a pena, pois aninhar-se num colo aconchegante, ao final do dia, faz toda a diferença, renova nossas energias, tanto para desfrutarmos com mais serenidade os dias de sol, como para enfrentarmos com mais tenacidade as noites traiçoeiras que virão.

13 Comments
Higiene é tudo...
Posted:Jul 16, 2016 12:04 pm
Last Updated:Jan 11, 2017 5:14 am
4520 Views
...Tudo de bom!
4 Comments
Encontro presente
Posted:Jul 16, 2016 11:52 am
Last Updated:Aug 26, 2016 11:42 am
4520 Views
Encontro marcado

Corpos colados

Membro acolhido

Linguas calientes

Semen sentido

Gozos presentes

Sorrisos indecentes

Você presente

Presentes aceitos

Promessas cumpridas

Futuro certo

Reencontros querentes

Noite decente


5 Comments
Força
Posted:Jul 16, 2016 11:43 am
Last Updated:Aug 22, 2016 5:15 pm
4459 Views
A submissão não é para os fracos.

É preciso força e coragem, para se entregar a um outro

Liberdade para ser de alguém

Confiança para saber que mesmo sendo de outro, você ainda é seu...


2 Comments
Egos!
Posted:Jun 27, 2016 7:25 am
Last Updated:Jul 15, 2016 11:59 am
5541 Views
Entre a submissão e o Doutrinador não pode haver Egos
Tem que haver respeito e compreensão
Carinho e adestramento
Desejos e limites
Ver e ouvir
Querer e sentir
Dor e risos
Pq a recompensa será dolorosa, mas totalmente saborosa.

8 Comments
A Coleira
Posted:Aug 19, 2015 4:07 pm
Last Updated:Jun 27, 2016 4:24 pm
8693 Views
A coleira...Minha coleira...
Um objeto tão simples, mais que contém um valor inestimável...
Mostra minha liberdade e felicidade por ser totalmente tua...
Com ela me guia...Me conduz...Me domina...
Por caminhos secretos e prazerosos...Onde a imaginação se faz presente...
Faz de mim tua joia...
Tua posse...
Tua propriedade...
Tua cadela...
Tua criança...
Tua menina...
Simplesmente Tua... Senhor e Dono de minha alma...

5 Comments
Cadela Safada
Posted:Aug 18, 2015 4:05 pm
Last Updated:Jul 31, 2016 6:42 pm
8725 Views
Bocas coladas

Mãos que invadem

Membro que rasga o cuzinho

Assim sou preenchida por ti, no corpo e na alma

Ritmo frenético

Corpos suados

Desejos expostos

Alma desnuda

Calores fundidos

Tesão atentido

Ajoelhada, como em uma prece, engulo seu pau

Cadela adestrada

Mulher contente

Menina indecente

Meu corpo dormente

Toma meu Dono, toma o que é teu

Me foda sem remorso

Me abra sem piedade

Me invada por maldade

Pois serei sempre tua, somente tua, cadela safada!

5 Comments
Macho Safado!
Posted:May 20, 2015 5:03 pm
Last Updated:May 20, 2015 5:05 pm
11439 Views
Hoje ele seria meu. Queria possuí-lo.

Nem mesmo estávamos completamente nus quando eu sussurrei em seu ouvido que virasse de bruços e empinasse o rabo.

Ele obedeceu e por conta própria chegou a cueca para o lado, deixando exposto seu cu gostoso.

– Isso, meu macho safado, se abre pra sua putinha!

0 Comments
Conchinha
Posted:May 12, 2015 3:25 pm
Last Updated:Oct 20, 2015 5:03 pm
11877 Views
Seu membro dentro de mim, encaixado

Abraçando-me por trás, suados

Esgotados pelo tesão, e pelos orgasmos

Respirações ofegantes, corpos tremulos e satisfeitos

Desejos saciados, beijos trocados

Assuntos falados, dedos juntados

Mãos entrelaçadas...

Adormecemos...Safados!!!

4 Comments
Antes tarde do que nunca!
Posted:Apr 8, 2015 6:20 am
Last Updated:Oct 20, 2015 5:04 pm
13102 Views
Corpos colados

Ritmo ditado

Meu ventre invadido

Meu ser enaltecido

Seu sêmen acolhido

Gozos fundados

E meu ser inundado

Nós dois desfalecidos

Desejos atendidos

7 Comments
Surreal
Posted:Apr 2, 2015 10:38 am
Last Updated:Oct 20, 2015 5:05 pm
13436 Views
pode?
rss
Depende
Vc consegue?
de quê? exatamente?
o quê?
resistir?
Seduzir? Se fazer desejado sem ser vulgar?
acho que depende dos dois...
não gosto de vulgaridades
Nem eu
mas o tempero na dose certa é sempre um risco
A vulgaridade deve existir na hr certa
talvez mais sal, menos pimenta, ou vice-versa
exatamente
Fora de hr...eh apenas vulgaridade
vulgaridade é igual a cumplicidade?
Nao
na hora do sexo pode ou deve ser vulgar?
Deve
sem pudores?
Palavras picantes
Safadas
isso... ousadia nos toques?
excitantes?
Exatamente
pedidos baixinhos ao ouvido?
Pedidos nao
Ordens
gemidos?
ordens? você se submete?
Gritos abafados ou declarados
Se souber mandar
espontâneos.... sempre
Sempre
te fazem perder a cabeça?
Fazem perder a cabeca e achar o divino
prazer com ou sem dor?
exatamente
Dor na medida certa
ou dor na medida....
isso
sem violência, mas com força
pegada forte
beijos roubados
Com poder
mordidinhas
Eu mando...
estocadas fortes e fundas
Vc obedece...pq sei q quer
será?
Tapas na bunda
se é bom para os dois....
Cabelos como redea
isso
puxadas gostosas pelos quadris...
Cala a boca...quietinha
rsss delícia
mete a boca?
Mete o pau?
conduz com as mãos
Enfia a mao
mete tudo
isso
Bocas molhadas
Corpos suados
te trazer para mim; me empurrar para dentro de você
sede
fome
Tesao
total
Porra
Orgasmos
muita
Mijos
lambuzados
Salivas
Exaustos
suados, colados
olhares trocados
Mas nao eh o fim
mãos tocando
Tem mt mais p vir
explorando
abrindo
penetrando
Desejando
Implorando
emendando uma na outra
Os dois sendo um so
sim sim
Se fundindo e confundindo
bocas, línguas
mamilos
clitóris
pau
Os meus e os seus
lábios
Juntos
vulva
Explorando
se curtir... mais além
nuca
Sempre alem
coxas
virilha
Sem reservas
Lambendo seu pau
de nenhum tipo?
Tocando seu cuzinho
meu saco, por favor
para eu morrer
As duas bolas
e eu tocando o teu
Posso?
há um risco
inundar tua boca
Lambo e coloco soh 1 dedinho
Prometo
Soh a boca?
não curto isso... mas carinhos pode
risco de te lambuzar a boca
Entao soh vou lamber
certeza de te inundar
esquentar você inteira com minha porra
inundar ate as entranhas
Esquentar e encher
e se gostar, no teu cuzinho
preencher
Nele..sempre
esquentar e preencher
Com carinho
depende do tesão?
sempre
tem de ser no mínimo delicioso para ambos
Sera
é assim que curto
Curtimos
e depois? tudo novamente?
Mais e mais
com teus quadris empinados?
ou sentada no meu colo?
Sempre se tem mais p ser feito e sempre melhor
ambos?
sempre
Em pé
contra a parede?
D costas
De frente
de frente e de costas
De lado
de saltos altos
Sem calcinha
empinando os quadris
Saia erguida
trazendo tua bunda para mim
me sentindo inteirinho dentro de você
Oferecendo
no vaivém mais doido
me acabo
te acabo
beijando a tua boca
Nos acabamos
puxando seus cabelos
Domando
se o seu gozo for intenso
Mais do q imagina
Multiplos
escorrego gostoso e fundo em você
Afunde
Me afogue
clitorianos ou vaginais? ou ambos?
Ambos
te abrindo, explorando todinha
Cada pedaco
fazendo as bolas do meu saco baterem em você....
cada centímetro
do meu pau
Massageando minha pele
tesão
Sera meu
nosso
Rs
vamos?
Quero
Desse jeito?
ou melhor
depende de ambos
meu tesão depende do teu
Sempre melhor
Dependemos
minha foda é a nossa
meu gozo vem do teu
E a minha a tua
Se funde com o meu
completamente
Intensamente
totalmente
você consegue ver minha foto?
Sim
vejo parcialmente as tuas
Preciso dizer algo
gosta do que vê?
diga
Gostei do q li

Continua!?

5 Comments
Novas sensações!!! Pq não?!
Posted:Mar 15, 2015 11:06 am
Last Updated:Aug 2, 2017 3:15 pm
14841 Views
...
11 Comments
Menina Levada!
Posted:Mar 15, 2015 10:51 am
Last Updated:Sep 14, 2016 4:07 pm
14552 Views
...
4 Comments

To link to this blog (_Garota_Proibida) use [blog _Garota_Proibida] in your messages.

40 F
August 2016
Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat
  1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
1
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
31
 
     

Recent Visitors

Visitor Age Sex Date
will95959595 65M6/15
edupiper 60M6/11
jhs20112  57M6/11
jsilva1500  55M5/25
_bear_77  40M5/21
casado55gris  60M5/1
wasp1978  39M4/22
de18cm77  41M4/20
BOIADEIRO196623  50M4/7
meinherzistdein  64M3/31

Most Recent Comments by Others

Post Poster Post Date
Apenas cansei...mas ainda sinto sua falta... (14)Isaac_ao
Nov 25, 2017 12:10 pm
É assim que imagino todas as manhãs, rs (15)crash4love
Oct 18, 2017 4:03 am
Novas sensações!!! Pq não?! (13)memphis_raines_b
Jun 29, 2017 11:16 am
Sonho... (3)Zequinha1234
Jan 17, 2017 5:52 pm
Higiene é tudo... (5)Yurifazvova
Dec 16, 2016 2:13 am
Força (2)jaguar3088
Aug 22, 2016 10:53 am
Encontro presente (6)jaguar3088
Aug 22, 2016 10:52 am
Apenas obedeça!!! (5)anjokde
Jul 27, 2016 10:17 pm
Menina Levada! (9)Yurifazvova
Jul 6, 2016 2:41 am
Cadela Safada (6)Norgam3
Jul 1, 2016 7:21 pm
Egos! (10)mordomocasado
Jul 1, 2016 2:51 pm