.......bem ao nosso gosto...........  

rm_01rasta 51M/51F
140 posts
3/31/2005 4:01 am

Last Read:
3/5/2006 9:27 pm

.......bem ao nosso gosto...........

Aconteceu conosco algum tempo atrás e sempre que podemos relembramos ele com muito tesão, e é isso que tentarei passar a todos que tiverem lendo agora, tesão, muito tesão. E, espero que suas imaginações flutuem atingindo a sensação perfeita do êxtase do sexo. Como todos os contos vamos começar pelo estereótipo de minha loira e eu. Ela tem 1,65m, cabelos compridos, ondulados e pesa em torno de 58kg e muito, mas muito fogosa. Eu tenho 1,82m, cor de jambo, peso em torno de 90kg e também muito quente em se tratando de sexo. Logo que começamos a namorar, nosso sexo era bom. Com o passar do tempo as coisas começaram a esquentar. Quando íamos a motéis então, aí sim pegava fogo, pois assistíamos a filmes que passava na tv. Começamos então a comentar o que víamos, cenas de mulheres com mulheres, sexo grupal e aí por diante. Começamos então a alugar filmes pornôs para assistirmos em casa e, sempre que víamos, nosso sexo era o mais puro tesão possível, já nos trailers, ela já ficavam toda molhada e sempre fazia o que gostava, passava seus dedinhos, que sempre os chamei de mágicos, nos seus lábios gostosos de sua gruta insaciável. Certa noite, ela comentou que tinha uma amiga que certa vez fez um convite a ela para participar com mais outra amiga em comum um sexo entre elas. Ficou sem saber o que fazer, mas não aceitou o convite. Mas disse que esta amiga gostava destas aventuras e que sempre a perguntava o que achava. Este foi o pontapé inicial para realizar o grande desejo, ter mais alguém no meio de nós. Conversamos bastante sobre o assunto, principalmente quando víamos os filmes. Foi então que minha loira aceitou. Disse que, ela ia convencer a amiga, que nestas alturas também já a conhecia, e que cada a vez que a via, minha imaginação subia nas alturas. Pois ela era uma morena linda, curvas perfeitas e um belo par de seios. E uma curiosidade: tinham o mesmo nome. Claro que não foi nenhuma surpresa quando veio me contar que a morena aceitou nosso convite. Marcamos o dia em passaríamos na sua casa e a pegaríamos para dar uma volta para tomar uma cervejinha. Fomos parar em casa. Conversa vai, conversa vem, e quem já fez isto pela primeira vez sabe como a adrenalina sobe e dá até pequenos calafrios pelo corpo todo. No meio da conversa decidimos jogar a verdade. Com uma garrafa, girávamos e para quem ela apontaria teria que responder a pergunta feita pela pessoa da outra ponta da garrafa. Foi quando a morena perguntou se minha loira sentia tesão por ela, e claro que minha loira respondeu que sim. Perguntei então se ela estaria a fim de transar conosco, e a morena com uma cara de safada, respondeu na hora, já estou toda molhada. Porém nesta noite o tempo passou tão rápido que faltou para nossa realização. Combinamos já para o primeiro final de semana. E os três confessaram que não via a hora de chegar. E finalmente chegou! Fomos até a casa da linda morena, ela estava com um vestidinho de matar. Fomos direto a nossa casa. Deixei as duas na sala enquanto fui tomar um banho. Quando voltei, elas estavam sentadas, uma ao lado da outra trocando excelentes idéias. Peguei uma cadeira e sentei na frente das duas. Comecei a acariciar as pernas de minha loira, a puxei e a beijei com um tesão nas alturas. E quando a estava beijando minhas mãos estavam acariciando as pernas da nossa amiga. Tudo começou finalmente. Elas vieram para cima de mim como duas famintas por uma transa. Fiquei de pé, elas baixaram minha bermuda e já saltou me pau para fora, duro como um ferro. Começaram a chupar, roçavam suas línguas do início ao fim, de vez em quando suas bocas se beijavam. É a cena que todo homem sonha em ver. Depois que me chuparam todo, tirei suas roupas e comecei a beija-las. Mamei nos seus peitos e alisei suas coxas e cheguei ao destino. Suas bucetinhas estavam úmidas. Chupei com todo gosto possível, as revezava. Uma boa chupada para cada uma. Uma gozada para cada uma, ou até mais, pois minha loira goza só de roçar a língua. Pedi que deitassem sobre o tapete, e enquanto eu chupava uma, dava meu pau para outra chupar. Elas se beijavam, se acariciavam tocando em seus peitos. Peguei minha loirinha, e a penetrei com força, a estocava com vontade, ela gosta. Enquanto ela chupava a bucetinha de nossa morena. Ela se contorcia toda e dizia que seu sonho estava se realizando, pois sempre teve tesão pela minha loirinha. Esta, não deixava por menos, chupava como se fosse sua última chupada em uma buceta. As convidei para ir para a cama. Minha loira deitou e a morena já se posicionou para chupa-la, minha nossa, aquilo que era transa. Seus sussurros me deixavam cada vez mais excitado. Coloquei a camisinha, era minha vez de comer aquela buceta morena, gostosa e suculenta. Ela estava com aquela bundinha empinada para o alto. Rocei meu pau, e só ouvia ela dizendo: mete, mete com vontade que eu quero te sentir toda dentro de mim. Vai, não agüento mais. Comecei um dos melhores movimentos de vai e vem de minha vida. Era uma bucetinha apertadinha. Claro que não demorou muito e senti que era minha vez de jorrar meu gozo para elas. Infelizmente tive que tirar meu pau de dentro daquela buceta maravilhosa. Mas a compensação seria maior. Elas vieram me chupar para que meu gozo fosse derramado em suas caras. Não demorou muito com aquelas chupadas e gozei como nunca, elas se lambuzaram todas. Era a primeira gozada com duas lindas mulheres quase que brigando por aquelas gotas de tesão que saiam de meu pau. E também a gozada que minha loira dizia que queria sentir. Elas se beijaram, se lambiam para não deixar nenhuma gota de porra sobre seus corpos. E, enquanto elas estavam se chupando novamente, não demorou, para eu voltar a tona. E tudo estavam recomeçando para mim. Agora era vez de minha loira sentir um pouco mais do meu pau dentro dela. Fiquei deitado enquanto minha loira cavalgava em cima de mim. A morena se postou em cima de mim para que eu a chupasse. Ela não demorou muito para gozar em minha boca. Virou-se para loirinha e a beijou com força, chupava seus peitos e desceu até meu pau para tentar chupa-lo, mas acabou chupando a bucetinha de sua amiga, roçava sua língua no grelinho loiro enquanto a buceta estava sendo penetrada por mim. Aquilo foi o ponto culminante para aquela linda loirinha dar seus gritos de gozo e mais gozo, ela não parava de gozar em cima de mim e sendo chupada por sua morena fogosa. Disse então que iria gozar novamente. Elas começaram a chupar com tanta vontade que meu pau jorrou porra sem parar. Minha loira sentiu tudo aquilo dentro de sua boca e repartiu com sua amiga num longo beijo. Infelizmente acabou por aí, pois estava na hora de nossa amiga morena ir embora. Levamos até sua casa e voltamos para dar a última da noite. Foi uma trepada inesquecível, pois já nesta começamos a relembrar nossos momentos com outra mulher em nossa cama. A partir daí as coisas mudaram um pouco. Claro que para melhor. Pois agora minha loira queria um homem entre nós. E com os filmes que continuávamos vendo, nossos tesões aumentavam quando víamos principalmente sexo grupal. Ainda mais com uma mulher e vários homens. A minha loira se contorcia na cama vendo estas cenas. Ela dizia que quero mais homem dentro de mim.

Aproveitem......rsrsrsrsr

[]s

*Que tal comentar e contar nos comentários como foram suas experiências....hmmmm?


Become a member to create a blog