SEGURAN  

gata_fogosa1970 46F
142 posts
7/6/2006 5:29 pm

Last Read:
7/28/2006 2:18 pm

SEGURAN


Esta é uma matéria exclusiva de um site(adoro ir lá roubar),sempre aprendo um pouquinho mais.
Hoje deixo-vos a pensar um pouquinho na infidelidade e no vosso relacionamento.É uma boa oportunidade para mudarem algo que não esteja bem.Ou seja,segurar o parceiro,no bom sentido.



Por que as pessoas mesmo namorando sentem tesão por outras?

Sem motivos para trair

Esta é a situação ideal... Quem não gostaria de saber que o seu parceiro esta 100% satisfeito?

Você também pode ter um parceiro 100% satisfeito. Para provarmos isso vamos estabelecer um axioma, ou um dogma, não sei bem como qualificar isso, mas a frase é:

"Em algum lugar do mundo, existe alguém que se combina perfeitamente com você".

Se essa pessoa existe, a questão se resume a achá-la. Enquanto não se acha, podemos ficar com outras pessoas legais que são ao menos um pouco compatíveis.

Fatores importantes

Agora... Se a mulher tem um namorado, e ele acha importantíssimo que ela saiba cantar, mas ela não sabe cantar, ou ela arruma um jeito de aprender, ou ela terá que ter a consciência de que há uma ponta solta no relacionamento, e isso poderá vir a ser um motivo para uma traição.

Para você reduzir a chance de sofrer um adultério você deve pedir para o seu par fazer uma lista das coisas que ele considera importante em uma vida de casal. Feita essa lista, marque todas as coisas que você oferece e todas as que você não oferece. Se você oferece tudo fique na santa paz, pois, a chance de uma traição é muito pequena. Se você não oferece quase nada é melhor pensar em trocar de parceiro, pois, a compatibilidade é muito baixa.

A importância depende de cada pessoa:

Se você não oferece nada, ou pouca coisa daquela lista, não significa que você não seja uma boa pessoa, somente que as coisas que você tem para oferecer não são interessantes para aquela determinada pessoa.

Vou dar um exemplo pessoal bem esquisito. Eu prefiro uma mulher que tenha 0 de celulite e seja pouco carinhosa, do que uma que seja muito carinhosa e tenha celulite. Já outro homem dirá que o carinho é mais importante. E não existe certo nem errado nessa história, é uma questão de gosto.

Se por ventura, você gosta muito de uma pessoa, mas essa pessoa é incompatível com você, e você não pretende mudar para se tornar compatível, eu sugiro que você deixe essa pessoa ir. No inicio pode doer, pode ser sofrido, mas, no final das contas você vai ver que foi a melhor decisão. Se essa pessoa tiver que ser sua ela voltará.

Finalizando com um licor de sabedoria: "..eu amava ele tanto que só queria a felicidade dele, e se ele ficasse comigo ele não estaria sendo feliz, por isso deixei ele ir".

Finalizando, vou contar algo que ouvi de uma menina em uma discoteca. Uma amiga de um amigo, 19 anos. Ela é do signo de câncer, e teve um namorado do signo de peixes, uma ótima combinação. Um dia ele chegou para ela e falou que não queria mais namorar porque estava se sentindo muito preso e não queria se sentir assim. E ela tinha dito que amava ele demais. Pelas expressões que ela fez na hora, passando a mão no rosto, demorando a responder, e respirando mais forte, ela devia amar mesmo. Então eu perguntei a ela: "O que você respondeu a ele?" Ela disse: "Falei que ele estava certo, que eu compreendia, e que dava força para ele se sentir livre". Eu retruquei: "Mas você não amava ele?". E ela: "Sim, por isso mesmo deixei ele ir. Eu amava ele tanto que só queria a felicidade dele, e se ele ficasse comigo ele não estaria sendo feliz, por isso deixei ele ir".

Raras vezes na vida eu encontrei um licor de sabedoria tão contundente como esse. Ainda mais porque foi falado por uma garota de 19 anos, super bonita, em uma discoteca de Niterói, Tonteria. O nome dela é Patrícia, ela é loira com cabelos bem logos e lisos, e devia ter quase 180cm de altura. A nossa conversa foi muito agradável naquele dia, mas, nunca mais a vi, gostaria de encontrá-la novamente.

Conclusão:

A chance de acontecer uma traição, está diretamente ligada às necessidades que o par tem. Se você atende boa parte dessas necessidades, a chance de acontecer um acidente de percurso é pequena, se você atende pouco as chances são altas. E se você atende pouco, a melhor alternativa é procurar uma pessoa a qual você atende muito. E essa pessoa existe com certeza.

K1ou2ou3 53M

7/17/2006 7:25 am

Olá gata,
Excelente pesquisa, "bom roubo"!!!
Pois tudo o que está acima descrito, tem um fundo de verdade!
Mas falta um pouco de psicologia masculina, passo a explicar!
Na minha terra, um velhote sabido justificava assim as suas facadinhas matrimoniais! "Sempre carne, sempre carne, comer peixe de vez em quando sabe bem...!
Isto não deixa de ser verdade, sempre a mesma parceira...?!
Se de vez em quando variar a parceira, isto vai contribuir para aguçar o apetite, saborear e dar mais valor, à nossa parceira, companheira ou mulher! Ou seja apimenta a relação!!!
Depois aquela máxima: " a galinha da vizinha é melhor que a minha", Os olhos também comem, não é verdade? Quando vemos um pitéu, porque não havemos de lhe tentar meter o dente?
Eu só vejo uma maneira de evitar a infidelidade, qual é?
Esvaziem os tomates do parceiro!
Os homens pensam mais em sexo que as mulheres, há estudos que provam isso! Estão mais dispostos ao sexo, também há estudos sobre isso!
Se um homem tem os tomates descarregados, pensa em sexo!Mas já não tem vontade de o fazer, pelos menos durante trinta minutos! Portanto se descarregarem a tomatada de um homem de meia em meia hora!
Podem ter a certeza que está ali um homem satisfeito e fiel!
Eu não vejo a infidelidade como uma traição, mas sim uma forma de sair da rotina e apimentar a minha relação!
Que há de mal numa "facadinha"? Desde que ninguém saia magoado, não vejo mal nisso!!!
Concordam?


Become a member to create a blog