tudo ou nada  

felinnustaurus 44M
3 posts
8/8/2006 1:28 pm
tudo ou nada


Vi-te como o meu anjo, o meu protector, o meu alicerce, a minha força, a minha luz... foste a minha tranquilidade, a minha segurança, a minha esperança, o meu sol escaldante. Aprendi a amar suavemente, sem medos, sem palavras não pronunciadas, onde a doçura de um sorriso era o mais gradioso dos gestos. Contemplei-te vezes infinitas enquanto dormias, com aquela tua expressão angelical, como se os teus sonhos fossem um mar calmo onde a felicidade se banhava à descarada. Eras o meu conforto ao adormecer, o meu beijo ao acordar, o teu cheiro estava impregnado em mim, a subtileza de cada palavra tua era o néctar do meu amor. Foste o tudo e o nada, a paixão e o amor, a delicadeza e o devaneio, a sanidade e a loucura, a realidade e a fantasia, o momento e o futuro... sonhámos, construímos, realizámos e acreditámos... hoje, o que resta do nosso romance? Tudo se transformou... foste a minha fraqueza, o meu anjo negro, as minhas lágrimas, a minha dor. Feriste-me as asas, quebraste-me os alicerces, rasgaste a esperança ferozmente, e toda a imensidão do meu amor foi-se transformando em sofrimento, angústia e vazio. As minhas utopias desvaneceram-se, os sonhos ficaram presos em medos tecidos de solidão, o coração bordou um casulo ao seu redor. Como gostaria de me libertar novamente, de contemplar o que são meras lembranças, de entregar-me a ti com a inocência de um mundo como os contos de fada!! As estrelas, um dia, deixam de brilhar e apenas deixam um vazio no céu, uma cicatriz... por vezes, cegam, esquecem, agarram nos sentimentos e apagam... e o que foi tudo transforma-se somente em nada...

MePegaForteVai 105F

11/10/2006 5:08 pm

Quando o tudo se transforma em nada, simplesmente desnorteamos... sem perceber que o melhor nos ocorreu... e após digerido o trauma por sorte descobrimos que achávamos ter tudo... mas na verdade já não tínhamos era nada...


Become a member to create a blog