Desabafo (1)  

Sad_Man_Alone 41M
36 posts
3/17/2006 12:03 pm

Last Read:
8/13/2007 4:03 am

Desabafo (1)


desabafos..

Hoje apetece-me falar de Amor... Esse sentimento tantas vezes incompreendido... mas do qual tanto necessitamos, tanto dependemos.

Sou um adepto do Amor, do sentimento, não do acto porque não acho que se consiga fazer amor, consegue-se fazer sexo com a pessoa que se ama, mas para mim fazer amor não é nada.

E já que falamos de amor, gostava de falar no Romantismo, essa coisa que ficou mal vista e caiu em desuso, levando consigo o cavalheirismo e a sedução.

Já repararam que se deixou de jogar o jogo da sedução?

Voltando ao Amor. Hoje em dia usa-se e abusa-se da Palavra Amor, usa-se tanto que ela perdeu o sentido e quase que o sentimento. Utiliza-se a palavra Amor com uma facilidade medonha. Será culpa das novelas? Não sei. Sei que se usa e por qualquer coisa as pessoas habituaram-se a dizer "Amo-te". Ou seja, até o Amor aderiu ao conceito do fastfood...

Será que a humanidade perdeu, com a evolução das sociedades, o que tinha de bom ou por outro lado, emergiu um novo conceito de Amor? são perguntas para as quais não tenho resposta... O que sei é que até o Amor entrou na fase da banalização...

Por isso o Amor está como os políticos... com tanta promessa não cumprida, já ninguém acredita nele.

Um bom fim de semana para todos...

HornyMeUp 28F
35 posts
3/21/2006 11:44 am

Amor
Concordo ctg, sem equivocos. O termo "amor" usa-se a torto e a direito. Eu que sou tão adepta das palavras julgo que estas para atingirem a plenitude do que signficam têm que ser preenchidas pelo o que sentimos/pensamos.
Se disser amor, sem o sentir, é a mema coisa que ouvir me dizer a palavra vazio.
Não há nada de romantico na palavra amor, mas sim na atmosfera que se cria quando é dita do fundo do nosso ser.

Amar é olhar o outro e senti-lo sem precisar de o dizer, é dize-lo e senti-lo como mão que nos acaricia.


Sad_Man_Alone 41M
17 posts
3/24/2006 9:47 am

Amar...

O amor é como um templo sagrado, que não se pode profanar, blasfemando.

Sim estou de acordo, que não existe romantismo na palavra Amor... Mas que ela é usada e abusada para criar essa atmosféra romantica... sabes bem que é.

Eu sempre que tenho um relacionamento com alguém, procuro escolher as palavras que lhe digo, pois não a quero induzir em erro. Quero que a pessoa que está comigo tome as suas decisões, sem ter de a enganar para atingir os meus objectivos, sejam eles de raiz sexual ou amorosa.

Por isso também aprendi a dar a devida importância a cada palavra que digo.

E Fazer o Chamado Amor? o que achas? eu não acredito que se faça Amor. Acredito que se faça sexo com a pessoa que se ama... Gostaria de saber se concordas.

Um beijo


HornyMeUp 28F
35 posts
3/26/2006 6:00 am

Não acredito no fazer amor. Sinceramente vamos lá ver bem a coisa; sexo é o termo que indentifica o acto que se desenrola ao nível físico. Se exister na mente amor, é apenas o que se sente durante o acto. Sexo nunca passará a ser amor porque é uma coisa que é meramente fisiologica, tu não sentes nada além das respostas do teu corpo. E o sexo nunca te irá levar ao amor, porque o amor não tem a sua genese neste mas sim na esfera emocional. Em suma, estamos de acordo!

Palavras: as minhas grandes amigas! Eu tenho alguns amigos coloridos e é algo que vai vem desde há muito tempo, sempre foram relações saudaveis por saber por os pontos nos i's! Como tu, também gosto que nao existam equivocos. Dado que não se pode negar que quando se inicia uma relaçao os sentimentos base, normalmente, atracçao ou carinho, podem evoluír e esta evolução pode ser apenas unilateral. Nunca magoar o outro, cooperar para que ambos possam se sentir bem e claro, prazer. Sabendo perfeitamente o que se faz e o porque.

Um Beijo Sara


rm_Balzak79 58M

3/27/2006 6:52 pm

Oi.
O termo é Fast-love.
A queca mágica, ou seja, eu dou-te uma e tu desapareces.
Simples.
O sentimento muda, porque se alterou o conceito e a conjuntura.
Ao longo dos séculos o homem e as suas raças têm vivido as mais variadas formas culturais, e adaptado o seu sentir ao status, época e meio em que se inserem. Não faziam os romanos grandes órgias? E antes deles, grandes devassas, e já se esqueceram dos anos 30 do século passado, e dos anos 60,- hem?
A natureza humana não é monogâmica, entendam isso. Se o somos, é porque estamos de tal forma condicionados em todas as suas variantes, que na maioria dos casos não temos consciência disso.
Daí a importância do sentir e não do racionalizar.
Aceitem tanto o bom como mau da vossa existência, com a mesma quietude e vivênciem-nas como uma prova de vida que vos fará evoluír, pois é para isso que cá andamos.
Não sei qual o vosso conceito de amor.
Mas felizmente para vocês o amor é eterno, ele está aí á vossa porta. Se vocês souberem procurar, encontram-no.

João ou Balzak é com vocês


Sad_Man_Alone 41M
17 posts
4/4/2006 12:11 pm

Olá!!!!
Desculpem demorar tanto a dar-vos resposta.
Para ser sincero não sou muito adepto das Quecas Mágicas, porque gosto sempre de repetir... Mas também gosto que as pessoas tenham a maturidade necessária para saberem o seu lugar, o que significa que se é sexo descomprometido, é para ser mesmo descomprometido.

O Amor é algo que pode surgir na nossa vida a qualquer virar de esquina.Nós só temos de estar dispostos e preparados para o receber. O que por vezes não acontece...

Olha Sara... não me queres incluir na tua lista de amigos coloridos? (Desculpa... estou a brincar, ou não - este conceito filosófico do ou não é mesmo porreiro)

Bom Amigos... Um Abraço João e Um beijo Doce Sara
José


Become a member to create a blog